Barco à deriva ou mar revolto?

A sessão da Câmara de Vereadores promete ter um debate acalorado nesta terça-feira (28), e não é por conta de discussão de projetos de leis ou algo do gênero, mas sim por promessas de ‘arranca rabo’ mesmo entre alguns vereadores, tipo aquelas brigas de escolas que são prometidas de véspera.

A origem foi uma postagem do vereador de oposição Álvaro de Oliveira (SD), que publicou um artigo intitulado de “O barco do prefeito está afundando…”, e não somente colocou o chefe do Executivo na navegação, como os companheiros do Parlamento ao declarar que na sessão onde estavam presentes os servidores do CCZ que requeriam direitos, os vereadores da base teriam abandonado o plenário por incapacidade de defender o governo e como ‘gatinhos acuados e irão abandoar esse barco com medo da extinção? Será que irão trocar suas centenas de cargos para terem uma chance de reeleição?’.

Mas na verdade estavam em sala anexa exatamente reunidos com os representantes do setor, e essa posição de Álvaro Oliveira insuflou a discussão que foi parar no plenário onde dois vereadores se rebelaram.

Atitude covarde …

O vereador Cláudio Andrade bradou contra a postura do edil e comparou os governos ao qual Álvaro fez parte como chefe de gabinete da prefeita Rosinha Garotinho e ainda como presidente da EMUT, e o governo Rafael Diniz.

“Há uma distância muito grande entre o que vou falar e o que ele pode falar, defendo o governo honesto, e ele por muitos anos defendeu um governo desonesto, como ele foi quando alguns postes começaram a cair e ele disse que era atentado terrorista, demonstra tamanha irresponsabilidade. Diz que o barco está afundando e nos afastamos do plenário. Ele incita para que os resultados não deem certo, torce contra mesmo que isso atinja aos servidores. Não teve peito e coragem para estar conosco para resolver olho no olho. Ao nos chamar de dinossauro, acertou, não somos abutres igual a ele que trabalha no caos, no desastre. Torce para que os servidores não tenham reajuste, por exemplo, porque assim perde o diálogo, as únicas armas que tem difamar, o governo os vereadores e até seu seus parceiros de trabalho de convívio. O governo tem problemas sim, claro, e falamos, diferente dele que não fala do seu amigo presidiário. Não tem sequer uma lei e deveria começar a trabalhar ao invés de ser artista de redes sociais”.

Genásio que chegou a ser citado na postagem, na condição de líder do governo, prometeu pegar Álvaro nesta terça, ou seja, anunciou o encontro. “Não fazemos parte de organização criminosa. Ele é um covarde. Tinha que ser homem para ficar aqui e honrar a palavra dele. Mas terça vai estar aqui e quero ver ele falar isso na minha frente”.

Já o presidente Fred Machado contemporizou e disse que iria tentar acalmar os ânimos. Será???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *