IFF vai receber estudantes estrangeiros

O Instituto Federal Fluminense (IFF) passa a integrar o Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) do Ministério da Educação e Relações Exteriores cujo objetivo é a formação e qualificação de estudantes estrangeiros de países em desenvolvimento com os quais o Brasil mantém acordos educacionais e culturais, por meio de oferta de vagas gratuitas em cursos de graduação. O interessado deve ter entre 18 e preferencialmente até 23 anos, e ensino médio completo.

 O IFF está disponibilizando 26 vagas em cursos de Bacharelado e Licenciatura (Veja o quadro abaixo). A seleção é feita pelos próprios Ministérios que até o final de 2019 devem divulgar o resultado final para que os estudantes comecem a chegar já no 1º semestre de 2020.

 Henrique da Hora, diretor de Internacionalização e Inovação do IFF, destaca o valor do que chama de “experiência da diversidade” e os benefícios para a formação dos próprios alunos do Instituto que terão contato com estrangeiros antes mesmo de chegar ao mercado de trabalho.

 “A gente deixa o nosso aluno exposto a uma diversidade cultural pelos quatro/cinco anos de sua formação. Este aluno estrangeiro vem com a obrigação de divulgar a sua própria cultura; e ele pode ser da África, da América Latina ou da Ásia”, diz acrescentando que “será uma forma peculiar de promover a igualdade entre os povos, o respeito mútuo, e a internacionalização. Estaremos expondo nossos alunos a uma cultura diversa à nossa, o que é excelente para a formação integral de um profissional, além de promover relacionamento com outros países, criando vínculos para além da sala de aula”.

 Saiba Mais: Ao longo de 53 anos o PEC-G tornou-se um dos mais significativos pilares da política externa brasileira no campo educacional. Atualmente, cerca de 100 Instituições de Ensino Superior participam do programa e se encontram matriculados aproximadamente 2.000 estudantes-convênio de 56 países em desenvolvimento, em sua maioria do continente africano. Entre 2000 e 2017 ingressaram por meio de seleção cerca de 300 estrangeiros e em média 200 estudantes se graduam anualmente, com um índice de evasão de 10% (Fonte: Setec/MEC).

Campus Campos Centro
CursoVagas
Bacharelado em Engenharia de Controle e Automação01
Bacharelado em Engenharia de Computação01
Bacharelado em Engenharia Elétrica01
Bacharelado em Sistemas de Informação01
Licenciatura em Matemática01
Licenciatura em Geografia05
Licenciatura em Letras04
Licenciatura em Teatro05
Licenciatura em Ciências da Natureza: Ciências e Biologia, Ciências e Física ou Ciências e Química01
Campus Campos Guarus
CursoVagas
Bacharelado em Engenharia Ambiental02
Licenciatura em Música02
Campus Cabo Frio
CursoVagas
Licenciatura em Física02

PreviCampos, escândalo anunciado com repercussão nacional

Quase meio bilhão de reais, é isso mesmo, somente na PreviCampos. Já que os envolvidos dizem que não tem o que temer, menos mal, ao menos a esperança de que uma resposta plausível será apresentada as autoridades e aos órgão, como a Polícia Federal (PF) que faz também a investigação.

Na última semana o Conselho Municipal de Combate à Corrupção recebeu o relatório da Fundação Instituto de Administração (FIA) que se debruçou no emaranhado de dados que foram possíveis ser resgatados dos sistemas, e o que se revela é simplesmente assustador.

https://globoplay.globo.com/v/7750015/

Gil está de volta ao Corinthians

O zagueiro Gil assinou contrato com o Corinthians por três temporadas no início da tarde desta quarta-feira (03), segundo informações do UOL Esporte.

O defensor, que está no Rio de Janeiro, se apresenta ao clube paulista na próxima segunda-feira. Gil chegou ontem ao Brasil após se despedir do Shandong Luneng, da China.

O atleta tinha contrato até janeiro de 2020 com os chineses, mas foi liberado antes do término por serviços bem prestados. O defensor já avisou internamente no Corinthians que vai abrir mão de férias e até folgas para estrear o quanto antes pelo time de Parque São Jorge.

O zagueiro de 32 anos receberá o teto salarial do Corinthians, hoje pago no elenco somente a Cássio e Fagner, atletas que defendem a seleção brasileira na Copa América …

O Flamengo que segue em busca de um defensor tinha interesse no atleta, além do Grêmio, mas Gil decidiu pelo retorno ao Timão. Formado no Rio Branco de Campos, Gil teve sua carreira ganhando destaque quando se transferiu para o Americano, seguindo posteriormente para o futebol do Espíriro Santo, onde chamou a atenção de representantes do Atlético/GO, onde ganhou competições nacionais da Série C e B em sequência, até chegar o Cruzeiro. O zagueiro se transferiu para o futebol francês até retornar ao Brasil, onde iniciou a bela trajetória pelo Corinthians para onde retorna de olho a outro grande objetivo, de voltar à Seleção Brasileira, do que praticamente abriu quando aceitou o convite de seguir para o futebol chinês, onde garantiu sua independência financeira.

Gil foi o último campista a vestir a amarelinha e sua relação com Tite, com quem trabalhou por muito tempo e estando de volta ao país, poderá permitir essa volta à Seleção, quem sabe para à Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Facebook, WhatsApp e Instagram têm problemas nesta quarta-feira

As plataformas do Facebook, incluindo Whatsapp Instagram, estavam com problemas de funcionamento na manhã desta quarta-feira (3). Entre os principais problemas encontrados pelos usuários estão o envio de mídias, como fotos, vídeos, áudios e figurinhas (no caso do WhatsApp).

O site Down Detector, que aglomera reclamações de consumidores sobre o status de serviços online, teve fortes reclamações sobre as redes sociais do Facebook.

Contatado pelo G1, o Facebook enviou uma nota oficial sobre o caso. “Sabemos que algumas pessoas e negócios estão com problemas para carregar ou enviar imagens, vídeos e outros arquivos em nossos aplicativos. Estamos trabalhando para normalizar a situação o mais rápido possível.”

A maior parte dos usuários que passaram por problemas no WhatsApp estão no Brasil, Argentina, Peru, Colômbia e alguns países da Europa. Já o Facebook e o Instagram tiveram muitas reclamações nos Estados Unidos e também na Europa.

FONTE: G1

Ferj libera o Goytacaz

A diretoria do Goytacaz esteve reunida no início da tarde desta quarta-feira (26) na Federação de Futebol do Rio de Janeiro e fez o acerto com a diretoria da Ferj, voltando assim a estar em plenas condições de seguir disputando o campeonato estadual da Série B1, do qual chegou a ser oficialmente afastado, por conta de dívida com a entidade que não vinha sendo cumprida.

Foto: Cláudio Burger (FutRio)

“Temos que agradecer a atenção que nos foi dada, entendo o momento que o clube vive e luta para manter sua vida em dia. É importante reconhecer e destacar o empenho do deputado estadual Gil Viana que ao tomar conhecimento, ontem mesmo entrou no circuito como desportista que é, e nos deu total e irrestrito apoio. Nosso diretor Serginho Federal, que é assessor do deputado inclusive fez essa articulação e graças a força de todos, o Goytacaz superar mais essa tempestade e segue firme em busca do projeto que é de conquistar a Série B1 deste ano, e dentro de campo nosso time tem feito sua parte. Continuamos contanto com o apoio do torcedor que confia em nossa administração”, declarou de forma emocionada o presidente Dartagnan Fernandes.

O clube fez um acordo de pagar o valor que supera os R$ 150 mil. “O torcedor precisa ter ciência que essas dívidas vêm desde 2005, ou seja, de administrações desastrosas que agora somos obrigados a responder, mas quando reassumi sabia dos desafios e vamos seguir em frente unidos”.

O deputado Gil Viana com o assessor Serginho Federal, que é vice presidente do clube

Goyta x Cano pela Copa Rio?

O clássico campista pode voltar a acontecer já nas próximas semanas. É isso mesmo. O Americano, pela tabela, entra em campo no dia 26 de junho e teria como adversário o Araruama/CEAC, que disputa a Série B2, e teria demonstrado a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Fferj) a impossibilidade de disputar a competição. Assim, a Ferj na última semana enviou ao Goytacaz comunicado e solicitação de confirmação de interesse da disputa, o que já ocorreu.

Segundo o presidente Dartaganan Fernandes o clube aguarda uma resposta conclusiva até esta terça-feira (11), mas o clube já deu o ok a Federação pelo interesse da disputa. “Nós não conseguimos a classificação por nossa posição no ano passado, mas ao receber esse comunicado de imediato demonstramos nosso interesse. Entendemos da importância e assim, estaríamos mais próximos de realizar nosso grande objetivo de colocar o clube em uma competição nacional”.

Se confirmando a vaga ao Goytacaz em lugar de Araruama/CEAC o adversário seria o Americano, e em dois jogos, um no Ary de Oliveira e Souza e outro onde o alvinegro indicar. O Americano já havia anunciado que disputaria a competição com sua equipe formada pelos jovens da base. Na ultima semana, por exemplo, oficializou o empréstimo de três atletas ao Campos, que também disputa a Série B1, assim como o Goytacaz, que foram Espinho, Vandinho e Sanderson.

Dentro das quatro linhas o Goytacaz conquistou no último final de semana sua primeira vitória na Série B1, ao vencer o Angra dos Reis, no sábado, fora de casa por 3 a 1. O time vinha de dois empates. No próximo sábado recebe o Audax, em Cardoso Moreira, já que cumprirá o último jogo de. punição e assim não atua no estádio Ary de Oliveira e Souza.

O campeão e o vice da Copa Rio disputam o Brasileiro da Série D ou a Copa do Brasil de 2020, sendo o campeão o detentor da escolha

Reajuste 0%

Os fatos que envolvem o capítulo mais complexo do governo de Rafael Diniz, que é o reajuste exigido pelos servidores públicos são de deixar qualquer um sem o poder de entendimento, e isso leva a várias ilações. Será que foi falta de capacidade técnica que levou ao anúncio de 4,18%, e mesmo que esse não atendesse nem de perto o anseio inicial dos servidores, ao mesmo era sim um sinalizador de se fazer dentro do possível?

Como se anuncia dizendo que estudos apurados apontaram para esse limite, debate com as classes, toma porrada, vê os servidores entrando em greve, pela primeira vez um redundante FORA RAFAEL!!!, com eco dentro do coração da prefeitura, dentro da Câmara Municipal, até porque nas ruas não se vê nada diferente disso, mas com os servidores?

Falta feeling

Se o NÃO, o mesmo que foi dito em outros momentos do governo tivesse um respaldo técnico convicto, seria diferente, o que não quer dizer que seria fácil ou bem aceito. O que tem sido apresentado, muda a todo instante, essa variação de ‘razões’ jogou na lona toda a capacidade de argumentação.

Essa coisa de dizer que pode dar certo aumento e voltar atrás porque no mesmo mês houve uma queda de receita dos royalties, é a certeza de que não havia certeza, não havia segurança, foi uma promessa vazia, e colocar na conta também do problema que pode se confirmar em novembro, quando do julgamento da liminar dos royalties do petróleo, aí não tem professor universitário, nem mesmo o mais gabaritado que vai conseguir explicar.

O ‘brinquedo’ Prefeitura de Campos é bem mais complexo que os jovens acham, ainda mais com os bilhões de armadilhas deixadas, mas não dá para se dizer de inocente. Foram mais de 151 mil procurações e o direito confirmado nas urnas, mas as ruas, pouco menos de dois anos e meio depois mostram uma insatisfação talvez não vista.

O passado é terrível, o presente assustador e o futuro …

Defesa da Pessoa com Deficiência

O deputado Gil Vianna (PSL) iniciou um trabalho nesta terça-feira (28) que defende como uma das principais bandeiras de seu mandato, e como presidente da Comissão em Defesa da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ). A audiência pública tratou de temas como a falta de recursos para as instituições parceiras da Fundação para Infância e Adolescência (FIA), falta de investimento em melhorias estruturais, burocracia na hora de garantir a gratuidade no transporte público e ainda a Lei 2.051/92, que garante gratuidade na entrada de pessoas com deficiência nos estádios, ginásios esportivos e parques aquáticos, porém não é respeitada na compra de ingressos para o evento. Compuseram a mesa ainda as deputadas Alana Passos (PSL) e Franciane Motta (MDB) e o secretário de Estado de Esportes e Lazer do Estado do Rio, Felipe Bornier,

“Não só o acompanhante como o deficiente precisa ter direto a esta garantia. Vou procurar o presidente da Casa, consultar os nossos técnicos legislativos e verificar se já existe algum projeto de lei nesse sentido tramitando no parlamento. E vamos avaliar qual será o próximo passo da comissão”, declarou Gil Vianna.

Barco à deriva ou mar revolto?

A sessão da Câmara de Vereadores promete ter um debate acalorado nesta terça-feira (28), e não é por conta de discussão de projetos de leis ou algo do gênero, mas sim por promessas de ‘arranca rabo’ mesmo entre alguns vereadores, tipo aquelas brigas de escolas que são prometidas de véspera.

A origem foi uma postagem do vereador de oposição Álvaro de Oliveira (SD), que publicou um artigo intitulado de “O barco do prefeito está afundando…”, e não somente colocou o chefe do Executivo na navegação, como os companheiros do Parlamento ao declarar que na sessão onde estavam presentes os servidores do CCZ que requeriam direitos, os vereadores da base teriam abandonado o plenário por incapacidade de defender o governo e como ‘gatinhos acuados e irão abandoar esse barco com medo da extinção? Será que irão trocar suas centenas de cargos para terem uma chance de reeleição?’.

Mas na verdade estavam em sala anexa exatamente reunidos com os representantes do setor, e essa posição de Álvaro Oliveira insuflou a discussão que foi parar no plenário onde dois vereadores se rebelaram.

Atitude covarde …

O vereador Cláudio Andrade bradou contra a postura do edil e comparou os governos ao qual Álvaro fez parte como chefe de gabinete da prefeita Rosinha Garotinho e ainda como presidente da EMUT, e o governo Rafael Diniz.

“Há uma distância muito grande entre o que vou falar e o que ele pode falar, defendo o governo honesto, e ele por muitos anos defendeu um governo desonesto, como ele foi quando alguns postes começaram a cair e ele disse que era atentado terrorista, demonstra tamanha irresponsabilidade. Diz que o barco está afundando e nos afastamos do plenário. Ele incita para que os resultados não deem certo, torce contra mesmo que isso atinja aos servidores. Não teve peito e coragem para estar conosco para resolver olho no olho. Ao nos chamar de dinossauro, acertou, não somos abutres igual a ele que trabalha no caos, no desastre. Torce para que os servidores não tenham reajuste, por exemplo, porque assim perde o diálogo, as únicas armas que tem difamar, o governo os vereadores e até seu seus parceiros de trabalho de convívio. O governo tem problemas sim, claro, e falamos, diferente dele que não fala do seu amigo presidiário. Não tem sequer uma lei e deveria começar a trabalhar ao invés de ser artista de redes sociais”.

Genásio que chegou a ser citado na postagem, na condição de líder do governo, prometeu pegar Álvaro nesta terça, ou seja, anunciou o encontro. “Não fazemos parte de organização criminosa. Ele é um covarde. Tinha que ser homem para ficar aqui e honrar a palavra dele. Mas terça vai estar aqui e quero ver ele falar isso na minha frente”.

Já o presidente Fred Machado contemporizou e disse que iria tentar acalmar os ânimos. Será???

Experiência e política

O governo Rafael Diniz tem personagens que ao longo dos anos se notabilizaram por fazerem política 24 horas por dia, sem pestanejar. Um deles é Fernando Leite, jornalista, escritor, político na essência, ex-deputado federal e se não o mais, um dos mais preparados para apontar caminhos para solução de questões que a Faculdade não ensina, e não é porque não quer, é porque também não sabe. Na prática é outra coisa. Sei que esse texto vai surpreender até mesmo o Fernando Leite, só para deixar claro que aqui não tem jogo de cartas marcadas. É o meu pensamento. Como diz um amigo, junta todo mundo para perder para ele.

Aumentando o tom …

Mas também não basta querer falar, tem que saber, e saber o tom também. Recentemente o vereador Marcão Gomes, que hoje é Secretário de Desenvolvimento Humano e Social, chamou alguns para a discussão, mas pecou, ao tornar público o que deveria ter sido tratado sim, mas internamente. A vontade de fazer o papel político necessário acabou não saindo da forma que deveria, e afastou oficialmente o deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD), que está trabalhando nos bastidores estruturando seu projeto.

Defesa forte e equilibrada …

Quem veio a público nesta segunda-feira (27), ou seja, começou a semana pegando pesado foi o superintendente de Limpeza Pública, Carlos Augusto Siqueira. Mas na condição de agente político cascudo. Fez em sua página pessoal nas redes sociais referência aos avanços do governo, inclusive os destacando e politizando ao demonstrar o tamanho do problema encontrado, que foi deixado pelo governo passado. O chamou de “relatório de danos”, e após apresentá-lo devolveu a bola para o prefeito.

RELATÓRIO DE DANOS QUE APRESENTO AO POVO DE CAMPOS
Passamos 2 anos desarmando as minas deixadas pelo inimigo no solo goytacá. 
Com nossos soldados construímos uma estrada de chão batido porém segura para seguirmos em frente.

Com orçamento anual que chegou na casa dos 3 bilhões no governo passado, e hoje perdemos 1 bilhão com a queda dos royalties, estamos nos reinventando. Só a folha, consumirá 50% da arrecadação de 2 bilhões previstas para 2020, restando somente os outros 50% para custeio da máquina pública e para investimentos num Município com 530 mil habitantes e 4.032 km2 de extensão territorial.

– Acertamos com o BB de só pagar o valor de 10% ao mês do valor arrecadado com royalties, da DÍVIDA DO FUTURO de mais de 300 milhões
– Limpamos o nome do Município na CAIXA.
– Encontramos uma folha de pgto acima do limite constitucional.
– TODOS os recursos destinados a aposentadoria do servidor no PREVICAMPOS perdidos em aplicações financeiras nefastas feitas em empresas que faliram. 
– Parque Julião Nogueira destruído.
– Parque Saraiva em Goytacazes dinamitado.
– Peças do mobiliário urbano com obras abandonadas e dívidas por pagar, tais como o Palácio da Cultura, Camelódromo e o Hospital São José, dentre outras. 
– SAUDE, à espera nas filas intermináveis e agonizando nos corredores dos hospitais sucateados.
– Tivemos que cortar programas sociais nebulosos, como passagem a Um real que nas madrugadas os motores dos ônibus eram desligados mas as roletas NÃO paravam, para compensar o valor da passagem . Restaurante popular e o FAMOSÍSSIMO CHEQUE CIDADÃO, conhecido no mundo inteiro; não na ONU, mas nos TRIBUNAIS por sentenças condenatórias transitadas em julgado em todas as esferas do judiciário, inclusive com prisão da prefeita e vários dos agentes públicos envolvidos. 
– Sistema de transportes caótico e empresários falidos.
– Campos estava com o nome sujo em todos os órgãos governamentais de fomentos no país.

Nossa população votou no nosso grupo para reconstruir o Município. Hoje, nas ruas, essa mesma população diz que o prefeito não é LADRÃO; mas diz também que o prefeito não faz nada.

Essa reconstrução de terra arrasada leva tempo, mas agora, passados 2 longos anos de recuperação e saneando as contas públicas, vamos pra rua dizer tudo que fizemos, e estaremos fazendo para recuperar o moral de nossa tropa de servidores e levantar a alto estima dos Campistas.

Quem viver verá, e podem apostar.

Esse é o relatório.

Passo a palavra daqui pra frente ao Prefeito Rafael Diniz, sobre o que faremos à seguir.

Carlos Augusto Siqueira com Fernando Leite e Marcel Cardoso, membro do governo e que faz parte do seleto grupo dos mais próximos ao prefeito Rafael Diniz